Boi gordo: oferta está em alta
CI
Agronegócio

Boi gordo: oferta está em alta

Última semana positiva aquece mercado
Por:
O mercado físico do boi gordo apresentou melhor oferta de animais durante a semana passada. O resultado dessa situação foi o melhor posicionamento das escalas de abate, e a conseqüente queda do preço da arroba do boi gordo no Centro-Sul do país.

A melhor oferta de boi gordo durante a semana foi resultado do clima mais frio e mais seco. Com essa situação climática, as pastagens começaram a se deteriorar. Portanto, torna-se mais difícil a retenção do boi gordo no pasto. Além disso, com o clima seco, as dificuldades logísticas que foram grande entrave ao mercado durante todo o mês de abril foram minimizadas, facilitando as negociações entre estados.


A perspectiva para o próximo bimestre é de melhor oferta de boi gordo no mercado, levando-se em conta o clima mais frio durante os meses de maio e junho. A perspectiva é que durante este período o mercado alcance o ápice da oferta de boi gordo, alterando o perfil dos preços, tanto no mercado físico, quanto para o mercado atacadista.

As exportações de carne bovina do Brasil renderam US$ 436,6 milhões em abril (22 dias úteis), com média diária de embarques de US$ 19,8 milhões. A média é 0,8% maior na comparação com os US$ 19,7 milhões obtidos diariamente em março, quando os embarques de carne bovina totalizaram US$ 393,7 milhões. Em abril de 2012, as exportações totalizaram US$ 343,00 milhões, com embarques diários de US$ 17,1 milhões.


A quantidade de carne bovina exportada em abril foi de 95,2 mil toneladas, com média diária de 4,3 mil toneladas, o que indica avanço de 1,5% frente à média de 4,3 mil toneladas registradas em março. O embarque total de carne bovina em abril/12 foi de 69,2 mil toneladas.

Preços - A média mensal de preços em abril em São Paulo foi de R$ 99,66 livre, a prazo. Em Mato Grosso do Sul, preço em R$ 94,41. Em Minas Gerais, a arroba ficou em R$ 91,61, livre, a prazo. Em Goiás, a arroba foi cotada a R$ 90,77. Em Mato Grosso, preço a R$ 88,99. No atacado, a média mensal de abril foi de R$ 5,11 nos cortes de dianteiro e de R$ 8,03 nos cortes de traseiro.


De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os frigoríficos continuam retraídos no mercado brasileiro de boi gordo, exercendo alguma pressão sobre as cotações da arroba.

A dificuldade para venda de carne no atacado e as escalas levemente mais alongadas especialmente em função do feriado embasaram o posicionamento da indústria no final de abril. Alguns agentes consultados pelo Cepea sinalizam que a oferta de animais teria aumentado por causa das temperaturas mais amenas. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.