Boi gordo com preços sustentados na maioria das praças pecuárias

BOI GORDO

Boi gordo com preços sustentados na maioria das praças pecuárias

Desde o início da semana, o boi gordo valorizou 1,2% na média das duas regiões
Por:
816 acessos

A dificuldade de encontrar a matéria-prima está enxugando as programações de abate, principalmente em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pará. 

Em Belo Horizonte e Sul de Minas Gerais, na última sexta-feira (27/9), houve valorização de R$1,00/@ em ambas as praças. Desde o início da semana, o boi gordo valorizou 1,2% na média das duas regiões. 

Em Mato Grosso do Sul, alguns frigoríficos estavam fora das compras, já que, com a oferta curta, as compras seriam mínimas na sexta-feira. Na região de Dourados-MS e Três Lagoas-MS, o boi gordo ficou cotado em R$150,50/@ e R$149,00/@, respectivamente, a prazo, livre de Funrural, alta de 0,3% na comparação dia a dia. 

No Pará as programações de abate atendem, em média, três dias. Consequentemente, os preços subiram 0,3% nas regiões de Redenção e Paragominas. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink