BR 163 será duplicada de Sinop até Cuiabá
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)

Imagem: Arquivo Agrolink

MATO GROSSO

BR 163 será duplicada de Sinop até Cuiabá

Promessa é do ministro da Infraestutura, Tarcísio Gomes de Freitas
Por: -Eliza Maliszewski
2283 acessos

A BR 163 é uma importante via de escoamento de produtos agrícolas como a soja. Possui 3579 km em sua extensão total; seu trecho principal liga as cidades de Tenente Portela, no Rio Grande do Sul, a Santarém, no Pará. Alguns trechos importantes que passam por estados produtores como Mato Grosso ainda não estão duplicados. O trecho que atravessa as terras mato-grossenses foi concedido a iniciativa privada em 2014 e dois anos depois foram entregues as obras de duplicação de 117 km entre Rondonópolis e a divisa com o estado do Mato Grosso do Sul. 

Na última sexta-feira (19) o ministro da da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro em uma visita a Sinop e prometeu o início imediato das obras da duplicação de 250 Km, ligando Sinop a Cuiabá. Alguns trechos, na região de Nobres, estão duplicados.

“Eu sei que a rodovia é uma necessidade, e aí quero dizer para vocês o seguinte, até o ano que vem vamos terminar a duplicação de Rondonópolis a Cuiabá (já foram feitos mais de 150 km) e nós vamos dar uma solução para a questão da concessionária, muito em breve. Os senhores vão ver uma nova realidade, um novo contrato e essas obras acontecendo. Sabemos que tem que duplicar a 163 até Sinop e ela vai ser”, garantiu o ministro.

A duplicação é reivindicação antiga de produtores e caminhoneiros para evitar congestionamentos em época de safra e perigos como a falta de acostamento. “Não é só a 163, é a 242, 158, 174 e 364, e vamos ver isso acontecendo", declarou Freitas. Segundo o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), com a conclusão de pavimentação de um trecho da BR-163, no Pará, o custo do frete rodoviário caiu mais de 15% para escoar a segunda safra de milho deste ano, evidenciando a importância de obras nas estradas no que o ministro qualificou com a eficiência “da porteira para fora”. 
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink