Agronegócio

Brasil e Europa negociam regionalização para suíno

O Brasil e a UE decidiram negociar a aplicação de regionalização sanitária recíproca para as carnes suínas
Por: -Assis Moreira
1 acessos
O Brasil e a União Européia (UE) decidiram negociar a aplicação de regionalização sanitária recíproca para as carnes suínas. O objetivo é permitir as exportações do setor para os dois mercados. A demanda de reciprocidade partiu da UE, que tem interesse em exportar para o Brasil produtos de carne suína de seus novos países-membros. Do lado brasileiro, a idéia é obter a aprovação para a o produto nacional pela UE, o que contribuirá para o acesso a outros mercados.


"Estamos otimistas", declarou o presidente da Associação Brasileira dos Exportadores de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto. Ele espera a ida de uma missão veterinária européia no ano que vem para examinar as condições sanitárias da produção de suínos nos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink