Brasil e Uruguai ampliam extensão da fronteira no combate à aftosa
CI
Agronegócio

Brasil e Uruguai ampliam extensão da fronteira no combate à aftosa

Por:

A partir do próximo dia 1º, os municípios brasileiros de Aceguá, Bagé, Dom Pedrito e Santana do Livramento, localizados no Rio Grande do Sul, além de Melo, Rivera e Vichadero, do Uruguai, estarão no alvo da luta contra a aftosa. Uma reunião em Livramento incluirá os municípios no Projeto Integrado de Fronteira em Defesa Sanitária Animal, criado para controlar a incidência da febre na fronteira entre Brasil e Uruguai. Resultado de um acordo entre a Secretaria da Agricultura e Abastecimento (SAA), Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e governo uruguaio, o projeto busca harmonizar e padronizar as ações referentes à aftosa.

Técnicos da Secretaria estão trabalhando no plano piloto que abrange os municípios de Pedras Altas, Jaguarão e Herval no Brasil, enquanto Rio Branco é o município contemplado no Uruguai. Os trabalhos identificam locais da divisa como propriedades de risco, rotas de trânsito animal, frigoríficos e regiões com probabilidade de contrabando. O projeto também prevê a execução de geo-referenciamento que dará a localização exata de cada área, através de mapeamento via satélite. Segundo o chefe da Divisão de Fiscalização e Defesa Sanitária Animal, da SAA, Nilton Antônio Rossato, o controle irá atingir uma extensão de 20 a 30 Km para cada país, com rastreamento conjunto e coincidência de épocas de vacinação contra a aftosa no Brasil e Uruguai.

Além da identificação das propriedades e da aplicação das ações necessárias para o controle sanitário, o protocolo irá promover atividades educativas de conscientização dos envolvidos na cadeia sanitária animal. Em 15 de julho, o encontro debaterá a aplicação em Chuí, Santa Vitória do Palmar e no município uruguaio de Chuy. A extensão da divisa brasileira e uruguaia será finalizada em Quaraí em 30 de julho, quando técnicos dos dois países incluirão os municípios de Quaraí, Uruguaiana e Barra do Quaraí, no lado brasileiro, e Artigas, em território uruguaio.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.