Leite

Brasil encerra bloqueio do leite do Uruguai

Missão técnica esteve no país vizinho e checou dados de exportação
Por:
369 acessos

O Ministério da Agricultura (Mapa) informou ontem a decisão do governo brasileiro de reabilitar as licenças automáticas de importação de produtos lácteos provenientes do Uruguai. No dia 10 de outubro, o Mapa suspendeu temporariamente as licenças, atendendo denúncias do setor leiteiro nacional de que o país vizinho estaria triangulando leite e derivados para exportar ao Brasil. Ao longo da semana passada, uma missão técnica do Mapa esteve no país vizinho checando os dados de exportação uruguaios e deverá produzir um relatório sobre o assunto nos próximos dias.

Nessa segunda-feira à tarde, a Presidência do Uruguai divulgou nota em seu site anunciando o restabelecimento do comércio de lácteos entre os dois países. “Tivemos um segundo contato telefônico na sexta-feira com o presidente Michel Temer, e nessa segunda-feira já começaram a tramitar novas licenças normalmente”, afirmou o ministro da Pecuária, Agricultura e Pesca do Uruguai, Tabaré Aguerre. O uruguaio afirmou que a missão brasileira pôde comprovar, de forma clara, o que o seu país exporta e o que produz.

O secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo, que havia pedido ao Mapa, junto com entidades, a investigação dos volumes de produção de leite do país vizinho, não havia sido informado oficialmente até o final da tarde de ontem do encerramento do bloqueio. Segundo o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, a suspensão das importações, somada a uma queda de 8% na produção de outubro, contribuíram para diminuir a pressão de baixa no valor do litro do leite UHT.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink