Brasil está à beira do apagão logístico

Agronegócio

Brasil está à beira do apagão logístico

O sucateamento do transporte gera perda de R$ 46 bilhões ao ano
Por: -Lorenna Rodrigues
3 acessos

Um país à beira do apagão logístico. Segundo entidades empresariais e especialistas, o sistema de transportes brasileiro está na iminência de um colapso. Para evitá-lo, a Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústria de Base (Abdib) defende, por exemplo, investimentos de R$ 13 bilhões anuais - entre recursos públicos e privados - durante cinco anos para recuperar a malha rodoviária.

"A pior situação é das rodovias", diz o presidente do Conselho de Infra-Estrutura da Confederação Nacional da Indústria (CNI), José de Freitas Mascarenhas. Números da Confederação Nacional do Transporte (CNT) revelam que 75% das estradas estão em estado péssimo, ruim ou regular. Nas ferrovias e portos também imperam o sucateamento e a saturação para escoar a produção. Por ano, o País perde R$ 46 bilhões devido à precariedade do sistema de transportes, mais de cinco vezes o orçamento do Bolsa Família, principal programa de transferência de renda do governo. "O apagão logístico só não é total porque o Brasil cresceu pouco", bate o presidente da Seção de Cargas da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Flávio Benatti.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink