Brasil exporta bagaço de cana para biocombustível
CI
Imagem: Marcel Oliveira
ENERGIA

Brasil exporta bagaço de cana para biocombustível

A biomassa é produto de exportação que vai atender o mercado do Reino Unido
Por: -Eliza Maliszewski

Uma carga diferente saiu pelo Porto de Paranaguá (PR) nesta semana. A granel, pellets de bagaço de cana-de-açúcar encheram os porões do navio. A biomassa é produto de exportação que vai atender o mercado do Reino Unido na geração de energia sustentável. O produto substitui o carvão na geração de energia termoelétrica. “Ficamos muito satisfeitos quando novos produtos chegam e saem pelos portos do Paraná”, destacou o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.
 
O bagaço é o que sobra das usinas de produção de açúcar e etanol e tem de origem paulista. Segue em forma de pellets, ou seja, a matéria orgânica (biomassa) é comprimida para se tornar biocombustível. O procedimento de embarque é o mesmo dos demais graneis sólidos exportados no porto paranaense. 

A operação foi feita pela empresa de logística Pasa, em parceria com a Céu Azul e é a primeira vez que este tipo de carga é movimentada em portos paranaenses. “A movimentação de pellets de biomassa de cana de açúcar possibilita a abertura de novos mercados e negócios futuros”, disse o gerente de operações da Pasa, Eric Ferreira de Souza.

No Paraná a produção de energia renovável também é estimulada. Através do programa Paraná Energia Rural Renovável, que está em fase de estruturação, dará apoio à geração distribuída de energia elétrica a partir de fontes renováveis em unidades produtivas rurais. O principal objetivo é aproveitar tanto os dejetos animais quanto os resíduos vegetais das agroindústrias (principalmente do setor sucroalcooleiro), para geração de energia dentro do próprio Estado. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink