Brasil exportará carne para a China
CI
Agronegócio

Brasil exportará carne para a China

Por:

Segundo diretoria de Abef e Abipecs, embarques começam em até 60 dias. Missão chinesa chega hoje.

Dentro de 30 a 60 dias, o Brasil deve começar a exportar carnes para a China. A estimativa é do diretor-executivo da Associação Brasileira de Exportadores de Frango (Abef) e da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras e Produtoras de Suínos (Abipecs), Cláudio Martins, que vai entregar um documento de mais de 300 páginas à missão chinesa que chega hoje ao Brasil. O documento contém todas as informações solicitadas pelo governo chinês que teriam ficado faltando na ocasião da assinatura do acordo sanitário entre os dois países, no final do ano passado.

O material já havia sido fornecido anteriormente, mas foi remetido a Pequim em português. O dirigente aguarda apenas o término da tradução para fazer a entrega, que deve acontecer amanhã, em SP. O grupo também vem ao país sinalizar acordos na áreas de citros. Martins diz que a abertura do mercado chinês deve ser tratada como assunto prioritário para o governo federal, em função da sua importância. A comercialização anual de cortes de carnes bovina, suína e de frango, calcula, pode chegar a 250 milhões de dólares.

O diretor do Frigorífico Mercosul, de Bagé, Mauro Pills, disse que já tem contato com empresas chinesas para exportar carne. 'É um mercado cheio de peculiaridades e vamos aguardar para saber que tipo de produto eles querem.' O Mercosul hoje exporta miúdos e cortes, como contra-filé e entrecot a Hong Kong, mercado que Pills acredita ter a mesma característica do chinês. 'Queremos saber ainda quais os patamares de preço praticados, já que eles não têm tradição grandes consumidores de carne.' Mesmo que a missão não venha ao RS, existe a expectativa de que o Estado tenha participação nos embarques de carne para a China. Os chineses vêm ao Brasil apenas para recolher informações oficiais sobre a defesa sanitária e não vão fazer visitas a frigoríficos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.