Agronegócio

Brasil exportou 2,4 milhões de sacas de café, com US$ 352,94 milhões de receita cambial, em maio

Nos últimos doze meses as exportações totalizaram 35,57 milhões de sacas e US$ 5,42 bilhões de receita.
Por:
405 acessos

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil - CeCafé destaca em seu relatório referente ao mês de maio "Resumo das exportações de café do mês de maio de 2016" que o Brasil exportou 2.417.865 sacas de café de 60kg a um preço médio de US$ 145,97, que geraram o equivalente a US$ 352,94 milhões em receita cambial.

Nos últimos doze meses, de junho de 2015 a maio de 2016, especificamente com relação aos cafés arábicas, o Resumo das exportações aponta que os embarques para o exterior somaram 29,37 milhões de sacas; e, com relação aos cafés robustas, foram exportados 2,63 milhões de sacas, atingindo perto de 32,0 milhões de sacas de café verde. Quanto aos cafés industrializados (solúvel e torrado e moído), foram exportados 3,54 milhões de sacas e 28,69 mil sacas, respectivamente. Tais exportações totalizaram o equivalente a 35,57 milhões de sacas de 60kg que geraram US$ 5,42 bilhões nesse mesmo período. O relatório também está disponível no Observatório do Consórcio Pesquisa Café coordenado pela Embrapa Café.

Entre outros destaques, o CeCafé salienta o aumento verificado na participação dos mercados emergentes que consumiram 5% a mais de café produzido no Brasil, no período compreendido entre janeiro e maio deste ano. E ainda que países produtores de café importaram mais de 520 mil sacas, o que representa um aumento de 11%, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Em relação ao ranking dos dez países que mais importaram Cafés do Brasil, no período de janeiro a maio de 2016, o relatório aponta que a Alemanha importou 2,54 milhões de sacas, os EUA - 2,49, Itália – 1,17, Japão – 1,11, Bélgica - 902 mil, Federação Russa – 358 mil, Turquia – 336 mil, França – 317 mil, Canadá – 313 mil e, por último, Suécia, com 268 mil. Esses países importaram um total de 9,81 milhões de sacas. Como outros países importaram 3,87 milhões de sacas, nesse período citado, o total exportado foi de 13,68 milhões de sacas, que geraram US$ 2,01 bilhões.

Para Nelson Carvalhaes, presidente do CeCafé citado no relatório, "o desempenho de maio foi muito próximo ao do mês anterior, com volume estável de embarques e, assim, o Brasil teve êxito em atender os diversos mercados com cafés de qualidade. Por esse motivo, consideramos que tivemos uma boa performance e temos à frente apenas mais um mês de entressafra e aí poderemos fazer a avaliação da safra como um todo", conclui.

O Resumo das exportações de café do mês de maio de 2016 traz muitas informações e análises de interesse para o setor que valem a pena serem conferidas: exportações e receitas auferidas de cafés robusta e arábica; torrado e moído; e solúvel; evolução do volume e receita cambial no ano civil; evolução das exportações de cafés diferenciados para os principais destinos; demonstrativo das exportações brasileiras por destinos, entre outros.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink