Brasil Foods incrementa produção
CI
Agronegócio

Brasil Foods incrementa produção

Nova fábrica em Lucas do Rio Verde (MT) está produzindo 50 toneladas de salsichas/dia
Por:
Nova fábrica em Lucas do Rio Verde (MT) está produzindo 50 toneladas de salsichas/dia

Construção da fábrica de salsichas da Brasil Foods (BRF) em Lucas do Rio Verde foi finalizada e na semana passada entrou em operação com uma produção diária de 50 toneladas, com meta de expandir para 130 toneladas ao dia nos próximos 6 meses. Matéria-prima utilizada inclui carne suína e de frango. No empreendimento foram investidos R$ 54 milhões e até 2015 há previsão de destinar R$ 445 milhões na expansão da fábrica.

Crescimento projetado inclui dobrar a produção de embutidos, assim como o abate de suíno, além de aumentar em 50% o processamento de frangos. Na unidade da BRF no município são abatidos diariamente 5 mil suínos, além de 300 mil frangos e produzidas 200 toneladas de embutidos, incluindo mortadela, linguiça, salsicha e bacon.

Nova indústria demandou a contratação direta de 200 pessoas. Ao todo, 4,5 mil funcionários trabalham para a BRF em Lucas do Rio Verde, oriundos inclusive de outras regiões do país. Conforme informado pela assessoria de imprensa da empresa, a BRF possui 4 unidades industriais em Mato Grosso, além de um centro de distribuição, localizados nos municípios de Várzea Grande, Campo Verde, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum.

Para o secretário interino de Desenvolvimento Econômico de Lucas do Rio Verde, Edu Pascoski, a capacidade produtiva de Mato Grosso, especialmente de soja e milho, foram decisivas na escolha da empresa em se instalar no Estado. “Mesmo com a dificuldade para conseguir mão de obra existe essa garantia da matéria-prima necessária à alimentação dos suínos e frango”. Pascoski lembra que a expansão do grupo favorece a geração de emprego, renda e arrecadação de impostos. “Beneficia não só os municípios onde estão instalados, mas todo Estado”.

Na avaliação do presidente da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Paulo Lucion, seria bom para os suinocultores se a indústria adquirisse a matéria-prima diretamente dos produtores. “Mas eles trabalham apenas com produtores integrados, que não têm gastos com ração, instalações, entre outros custos. São como prestadores de serviço para a empresa”. Apenas em Lucas do Rio Verde há aproximadamente 30 produtores integrados atendendo a BRF.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink