Brasil já tem o supermercado virtual da Pecuária

Agronegócio

Brasil já tem o supermercado virtual da Pecuária

Criada pelo empresário de origem holandesa, Nicolaas Nienhuys, de Castro, no Paraná, a ITC procura explorar um nicho de mercado esquecido ou que é de difícil acesso à maioria dos produtores
Por:
1502 acessos
De tapetes para desinfecção dos pés dos animais a testes que identificam a causa da diarréia em suínos. De instrumentos para aparar os cascos a separadores de partículas para a formulação de ração. De testes para células somáticas a cercas elétricas, tudo pode ser encontrado ou encomendado pela ITC DO BRASIL, uma loja virtual que oferece mais de 500 produtos, todos focados na pecuária brasileira. Criada pelo empresário de origem holandesa, Nicolaas Nienhuys, de Castro, no Paraná, a ITC procura explorar um nicho de mercado esquecido ou que é de difícil acesso à maioria dos produtores. “Colocamos ao alcance do criador aquilo que ele não encontra nas lojas agropecuárias tão facilmente, isto porque são produtos que exigem envolvimento com importação ou de outra forma, estão recém chegando no mercado brasileiro”, salienta Nicolaas, informando ainda que toda a compra é entregue com rapidez e com a garantia da nota fiscal, “o que deixa o produtor bastante seguro quanto a comprar pela internet.

Com esta maneira diferenciada de agir o empresário espera ultrapassar seu faturamento de R$ 2 milhões neste ano de 2010. Ele afirma que a demanda por artigos ligados à produção de animais está aumentando, por isto vem diversificando sua loja na web. “Muitos dos produtos eu descubro vasculhando a internet, principalmente em países com alta tecnologia, revela, acrescentando que as vezes as próprias indústrias em busca de um canal de venda nos contatam”, revela.

A ITC DO BRASIL trabalha a portas fechadas, com dez profissionais de áreas como zootecnia, “pois por ser venda mais técnica precisam de conhecimentos mais apurados para atuarem como vendedores e até para divulgarem os novos produtos”, afirma Nicolaas acrescentando que investiu neste segmento porque as vendas pela internet estão crescendo e em 2010 devem chegar a R$ 15 bilhões, cerca de 40% a mais que no ano anterior.
 
As informações são da assessoria de imprensa da ITC do Brasil.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink