Brasil negocia milho chinês
CI
Agronegócio

Brasil negocia milho chinês

Por:

O Brasil e a China negociam um acordo para a entrada da soja brasileira no mercado chinês, e, em troca, aquele importaria milho deste para amenizar o abastecimento interno para aves e suínos. Mesmo com as novas regras sobre os transgênicos definidas pelos chineses, o governo do país oriental comprometeu-se em continuar comprando soja brasileira, desde que o país passe a importar milho da China.

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio do Brasil, Sérgio Amaral, disse que a China está em processo de modificação de suas regras, de modo que há espaço para acertar a questão antes de setembro do ano que vem. A maior operadora de grãos da China, a companhia Cofco Grains & Oils Import & Export, manteve recentemente conversações com o Brasil para a negociação de milho. Caso seja concretizada, esta será a primeira vez que os chineses exportarão o cereal para o Brasil. Em contrapartida, existe a possibilidade do Brasil exportar entre 3 milhões a 3,5 milhões de toneladas de soja nos meses de março a junho de 2003, de acordo com um analista.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.