Brasil pode desistir de contestar subsídio à soja

Agronegócio

Brasil pode desistir de contestar subsídio à soja

A retomada dos preços da soja na bolsa de Chicago afetou a argumentação do Brasil
Por:
4 acessos

A idéia de o Brasil questionar na Organização Mundial de Comércio os subsídios concedidos pelo governo americano aos seus produtores de soja enfraqueceu. Em documento enviado ontem por e-mail ao Itamaraty, o vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, Gilman Viana, disse que não há segurança de vitória do país na disputa. Para ele, a retomada dos preços da soja na bolsa de Chicago afetou a argumentação do Brasil.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink