Brasil vai adotar exigências para expotar carne à UE
CI
Agronegócio

Brasil vai adotar exigências para expotar carne à UE

A decisão foi tomada nesta segunda-feira durante reunião no Mapa
Por:

Uma comissão formada por representantes dos setores público e privado vai estudar e propor medidas para garantir à União Européia (UE) que a carne rastreada exportada pelo Brasil, por intermédio da cota Hilton (5 mil toneladas), é procedente de bovinos cadastrados no Serviço de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos (Sisbov) alimentados com pasto e vegetais não processados. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (05-03) durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Carne Bovina, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Essa é uma exigência feita pela União Européia”, explicou o secretário-executivo da câmara, Kepler Euclides Filho. A comissão deve apresentar o trabalho, com as suas propostas, em algumas semanas. A próxima reunião ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Carne Bovina está marcada para o dia 24 de abril. No entanto, revelou Kepler, é possível que seja realizado um encontro extraordinário antes dessa data.

Durante a reunião, também foi aprovado o envio de ofício pelo Ministério da Agricultura reiterando às certificadoras credenciadas pelo Sisbov que os vistoriadores – profissionais encarregados de vistorias as propriedades cadastradas no serviço – devem ser formados em Ciências Agrárias (Veterinária, Agronomia ou Zootecnia) ou ter curso de técnico Agropecuário ou Agrícola.

Ainda segundo Kleber, a câmara decidiu realizar estudos para regulamentar a participação de animais cadastrados no Sisbov em exposições, feiras e leilões. Para tanto, será criada uma comissão que vai propor os procedimentos a serem adotados para permitir a saída e o retorno dos animais às propriedades rurais, sem perder a condição de certificados no Sisbov.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink