BRS Sena e fitossanidade são destaques no Congresso de Tomate Industrial

Agronegócio

BRS Sena e fitossanidade são destaques no Congresso de Tomate Industrial

8º Congresso Brasileiro de Tomate Industrial, que será realizado em Goiânia, GO, nos dias 23 e 24 de novembro
Por:
1008 acessos

8º Congresso Brasileiro de Tomate Industrial, que será realizado em Goiânia, GO, nos dias 23 e 24 de novembro

Integrar os diversos segmentos da cadeia produtiva de tomate indústria – produção, pesquisa, extensão rural, empresas processadoras, etc. - tem sido a tônica dos eventos relacionados à cultura, a exemplo dos simpósios, encontros, seminários e congressos. O 8º Congresso Brasileiro de Tomate Industrial, que será realizado em Goiânia, GO, nos dias 23 e 24 de novembro, segue o roteiro, mas com releituras de temas a cada evento:  "Integração agrícola e industrial", por exemplo, foi a temática escolhida para o próximo congresso com o objetivo de discutir questões acerca do relacionamento entre o setor produtivo do tomate e o segmento de processamento.

Parceira e apoiadora do congresso, a Embrapa Hortaliças (Brasília-DF) tem marcado presença nas discussões sobre os temas abordados ao longo dos anos – o BRS Sena, primeiro híbrido nacional de tomate industrial, foi lançado durante o congresso de 2012. Na oitava edição do evento, o público participante vai conhecer mais uma característica atrativa do BRS Sena, comprovada nos ensaios conduzidos em áreas produtivas de Goiás – o híbrido de tomate industrial requer menos quantidade de água e de adubo nitrogenado, quando comparado com outros híbridos de tomate. "Essa redução influencia positivamente no total dos custos de produção, o que beneficia diretamente o produtor", destaca o agrônomo Ítalo Lüdke, supervisor da área de Transferência de Tecnologia.

De acordo com o agrônomo, além do diferencial do BRS Sena, os participantes do evento também serão apresentados às duas mais recentes publicações na área de fitossanidade produzidas pela Embrapa Hortaliças. O Comunicado Técnico "Vira-cabeça do tomateiro: sintomas, epidemiologia, transmissão e medidas de controle", produzida pelos pesquisadores Mirtes Lima e Miguel Michereff Filho,  e a Circular Técnica "Guia para o reconhecimento e manejo da mosca-branca, da geminivirose e da crinivirose na cultura do tomateiro", dos pesquisadores Miguel Michereff Filho e Alice Nagata.

Congresso

Realizado a cada dois anos em Goiás, estado que produz mais de 70% do tomate industrial do País, o evento coincide com o final da safra de tomate para processamento, oportunizando aos atores envolvidos discutir problemas em comum, assim como compartilhar experiências para as respectivas soluções.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink