Cabanha Amoras retoma calendário de leilões
CI
Agronegócio

Cabanha Amoras retoma calendário de leilões

Por:
Gaúcho de nascença, Ênio Müller sempre organizou remates além das divisas do Estado, no calendário de exposições potenciais, como a Expovelha, em Lençóis Paulista, SP; e a ExpoLondrina, no Paraná. A mercadoria, sempre a mesma: cordeiros rústicos e a galpão da raça Texel. Mas no dia 14 de janeiro ele investiu na formatação de uma nova grife e organizou em casa, no Parque Assis Brasil, em Esteio, o 1º Remate Cabanha Amoras. O criador estava há três anos longe das pistas.


A receita ficou em R$ 341.900 com a venda de 208 exemplares. A média geral ficou em R$ 1.644, com destaque, em volume, para as fêmeas. Elas somaram 202 animais, 97% da oferta. Porém, foi entre os machos a surpresa da tarde. Um reprodutor de genética inglesa despertou a disputa entre os presentes e terminou arremato por R$ 25.200. O valor é candidato ao primeiro posto dos remates da raça em 2012.


No ano passado, o maior preço por um exemplar da raça saiu no 7º Remate da Cabanha Surgida, do criador Erivon Silveira de Aragão. O valor foi fechado em R$ 38.400 para 50% do atual campeão da Expointer, Surgida LA 757. Quem fechou o lance foi o selecionador paranaense Daniel Ribeiro, de Maringá.


Müller diz que a procura pela genética Texel está baseada na necessidade de se produzir cordeiros. Por isso, o criador optou pela oferta numerosa de fêmeas. "O mercado da ovelha nunca esteve tão bom como no momento", garante o promotor.

Balanço

Dados da Brastexel indicam que até o final deste mês passarão pelas pistas 9 mil animais, cerca e 50% da oferta total da temporada. O mercado continua aquecido por lã e carne, mas a estiagem pode tirar parte do ímpeto nas pistas. Ainda sim, o momento é favorável ao comprador. O preço do quilo do cordeiro caiu de R$ 4,50, em dezembro, para até R$ 3,00 neste mês devido a oferta abundante. Mas Eduardo Knorr, leiloeiro à frente do remate Amoras, adverte que ele voltará a subir em abril.


Fonte: Correio do Povo

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.