Cadeia da pecuária no Uruguai vive momento favorável

Agronegócio

Cadeia da pecuária no Uruguai vive momento favorável

Em 2006 o setor bateu recorde em produção e exportação, com aumento do consumo interno
Por: -Giuliano
82 acessos

O gado no Uruguai está passando por um ótimo momento. No ano passado, o país bateu recorde histórico em produção de carne bovina e exportações, com um mercado interno em alta. Com a economia favorável, em que não há intervenção do Estado, nem retenção às exportações e existe a possibilidade de acessar mercados fechados, o cenário é propício para captar inversões do exterior, entre elas da Argentina.

“Com a carne, o Uruguai cresce”, se lê em um pequeno cartaz adesivo com letras brancas sobre fundo vermelho, do Instituto Nacional da Cames (Inac), no farol traseiro de um automóvel. E com esta frase provavelmente se resume a importância que a economia local deposita na atividade. No último ano, a produção chegou a 2,6 milhões de cabeças de gado a um peso médio de 480 Kg. A produção de carne foi 670 mil toneladas. As exportações chegaram a 500 mil toneladas, representando cerca de 75% da produção (com um volume parecido ao da Argentina), ficando em sétimo lugar no mundo.

A soma da carne bovina às demais carnes (ovinas, de aves e outras), o Uruguai vendeu por US$ 1,180 milhões, que representa 24% das exportações totais do país, disse o diretor-executivo da Câmara da Industria Frigorífica (CIF), Daniel Belerati. As informaçõies são do jornal Lá Nación.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink