Cadeia Produtiva do Feijão debate sobre semente de qualidade

Agronegócio

Cadeia Produtiva do Feijão debate sobre semente de qualidade

O objetivo foi a elaboração de programa voltado para produção, armazenamento e comercialização do grão
Por:
1676 acessos
A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa), realizou, na terça-feira (24), em sua sede, uma reunião do Grupo Temático do Feijão. O objetivo principal do encontro foi a elaboração de um programa voltado para a produção, o armazenamento e a comercialização do grão.


Na ocasião, o coordenador de programas da Seapa, Adriano Szynkaruk, falou sobre o Programa Feijão com Arroz, recentemente lançado, e que visa o aumento no consumo de ambos. Por meio de campanha publicitária, envolvendo livretos e folderes, o material está sendo distribuído também nas escolas para alunos e merendeiras.


Com a participação de representantes da Associação dos Produtores de Feijão do Rio Grande do Sul (Aprofeijão), Comissão do Feijão da Farsul, Cooperativas Comasel (Arroio do Tigre), Coopibi (Ibiraiaras), Cotrijuc (Júlio de Castilhos), além das secretarias do Desenvolvimento Rural, da Saúde e da Educação, Emater-RS Ascar, Irga e Fepagro, foi discutida a importância de desenvolvimento de uma semente de mais qualidade e com cozimento mais rápido.


Segundo Carlos Carniel, da Seapa, uma das maiores dificuldades dos produtores são os preços ofertados pelo mercado, muito abaixo do mínimo estipulado pelo Governo, que é de R$ 80,00 a saca de 60 kg.

A cadeia produtiva do feijão deve reunir-se novamente no dia 21 de junho, quando será apresentado o programa Feijão, tratando sobre a produção, o armazenamento e a comercialização do grão cultivado no Rio Grande do Sul.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink