Café/CEPEA: Com ausência de preço externo, negociação no Brasil segue lenta


Agronegócio

Café/CEPEA: Com ausência de preço externo, negociação no Brasil segue lenta

Muitas empresas nacionais ainda não retomaram suas atividades
Por:
616 acessos

As negociações de café seguem lentas no físico brasileiro, de acordo com pesquisadores do Cepea. Ontem, primeiro dia útil do ano, não foi diferente. Sem referência externa – não houve pregão na ICE Futures devido ao feriado em Nova York –, agentes brasileiros preferiram aguardar para negociar. Com isso, muitas empresas nacionais ainda não retomaram suas atividades. Neste cenário, o Indicador CEPEA/ESALQ tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 480,14/saca de 60 kg na segunda-feira, recuo de 1,73% entre 26 de dezembro e 2 de janeiro. Em dezembro, a queda foi de 3,78%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink