Café/Cepea: Saca do arábica tipo 6 valoriza mais de R$ 75,00 neste ano

Agronegócio

Café/Cepea: Saca do arábica tipo 6 valoriza mais de R$ 75,00 neste ano

Atualmente, a saca de 60 kg está valendo quase R$ 210,00 a mais que há um ano
Por: -Marianna
1361 acessos
Os preços do café arábica têm registrado fortes altas neste ano. Entre 30 de dezembro de 2010 e 10 de fevereiro de 2011, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura ou melhor, posto na capital paulista, subiu expressivos 18,33%, ou 75,76 reais por saca. Atualmente, a saca de 60 kg deste tipo de café está valendo quase 210 reais a mais que há um ano – nessa quinta-feira, 10, o Indicador fechou a R$ 489,10/sc, contra R$ 280,62 no dia 10 de fevereiro de 2010.

Conforme pesquisadores do Cepea, as altas no mercado brasileiro têm sido impulsionadas pelos freqüentes aumentos nos preços internacionais. Essas elevações, por sua vez, são justificadas pelos baixos estoques mundiais, pelo consumo crescente e por problemas climáticos em outros países produtores do grão – como a Colômbia, que novamente deve produzir bem abaixo do seu potencial produtivo.

Os freqüentes avanços nas cotações brasileiras, contudo, ainda não elevaram expressivamente o volume de negócios. Segundo pesquisadores do Cepea, diante das fortes altas, produtores idealizam vender seus lotes de café tipo 6 bebida dura com 20% de catação a R$ 500,00/sc. Compradores, por sua vez, têm oferecido tais valores apenas para cafés mais finos, abaixo de 15% de catação.

As altas nos preços do arábica tipo 6 têm impulsionado os valores de outros tipos de grãos. Nos últimos dias, as cotações do arábica tipo 7 bebida rio têm subido significativamente. Segundo colaboradores do Cepea, a maioria dos negócios tem sido realizado em torno dos R$ 280,00/saca de 60 kg, preço que era observado para o café tipo 6, bebida dura ou melhor, no início de 2010 – em termos nominais. Em casos de grãos mais preparados, com um bom percentual de peneira 17/18, colaboradores do Cepea comentam que negociam acima dos R$ 300,00/sc.

Dada a escassez de grão no mercado disponível, já estão sendo realizados negócios da safra 2011/12. O volume efetivado, no entanto, ainda é pequeno, principalmente de arábica, cuja colheita deve iniciar em meados de junho. Para o robusta, os trabalhos devem começar em maio. A maioria das negociações de arábica é para entrega em setembro. Tanto para o arábica quanto para o robusta, os lotes têm sido negociados um pouco abaixo dos patamares atuais. No Cerrado Mineiro, a saca de 60 kg do arábica tipo 6, bebida dura, para ser entregue em setembro, é comercializada em torno de R$ 420,00 a R$ 440,00/saca de 60 kg.

As informações são da assessoria de imprensa do Cepea.



Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink