Agronegócio

Café especial: participação do Brasil em feira na Europa deve gerar US$ 45 milhões

O Brasil marcou presença na principal feira de cafés especiais da Europa, a SCAE World of Coffee 2016, realizada de 23 a 25 de junho, em Dublin, na Irlanda.
Por:
310 acessos

O Brasil marcou presença na principal feira de cafés especiais da Europa, a SCAE World of Coffee 2016, realizada de 23 a 25 de junho, em Dublin, na Irlanda. Vinte empresários nacionais realizaram US$ 10 milhões em negócios no evento e estimam concretizar a comercialização de mais US$ 35 milhões nos próximos 12 meses, o que implica um aumento de US$ 3 milhões sobre o montante obtido em 2015. A iniciativa foi realizada através do projeto setorial Brazil. The Coffee Nation, que é desenvolvido em parceria pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).
 
A participação nacional teve foco na apresentação e na degustação dos cafés especiais de diversas regiões do País, servidos coados e espresso, em um estande estrategicamente montado para evidenciar a imagem de sustentabilidade, sofisticação e futuro da cafeicultura nacional, divulgando o respeito a questões ambientais, sociais e econômicas através de informações e imagens do posicionamento Brazil. The Coffee Nation.
 
ACORDO INTERNACIONAL
No dia 24 de junho, a BSCA e a Associação de Cafés Especiais da Europa (SCAE, em inglês) assinaram a renovação de uma parceria estratégica por mais dois anos, a qual proporcionará benefícios a ambas organizações e seus associados, no sentido de reforçar a promoção, o desenvolvimento e a valorização dos cafés especiais e premium.
 
Entre as ações previstas constam a intenção de realizar programas de educação de chefs e/ou profissionais dos estabelecimentos de gastronomia na Europa, de forma que se estendam à população a conscientização e a valorização dos cafés superiores; cooperação em análises para solução de eventuais cenários que permitam melhoras no setor; e intercâmbio, com europeus vindo ao Brasil para aprimorarem seus conhecimentos sobre a realidade sustentável da produção e com jovens brasileiros indo ao Velho Continente como extensão de sua educação a respeito do mercado europeu de cafés especiais.
 
O estreitamento também permitirá que os associados da BSCA se beneficiem das ações conjuntas de promoção, troca de informações de mercado e do acesso facilitado entre compradores e produtores. “Essa interassociação tem o objetivo de estreitar o relacionamento com a entidade que congrega os principais agentes do mercado europeu de cafés especais, melhorando o acesso dos empresários nacionais a importadores, torrefadores e cafeterias membros da SCAE, além de ampliar nossas políticas de promoção”, explica Vanusia Nogueira, diretora da BSCA.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink