Café volta a unir cooperativas do Brasil e da Colômbia
CI
Agronegócio

Café volta a unir cooperativas do Brasil e da Colômbia

Por:

As cooperativas de café do Brasil e da Colômbia retomaram o programa de intercâmbio técnico nas áreas de produção e comercialização do grão, interrompido em 1995. A expectativa é de que técnicos brasileiros visitem cooperativas colombianas entre abril e maio de 2004, afirmou Aura Domingos, coordenadora do departamento de cooperativismo rural (Denacoop) do Ministério da Agricultura.

"O programa de intercâmbio foi muito importante para o setor. As técnicas de plantio de café por adensamento (número maior de plantas por hectare), por exemplo, foram repassadas pelos colombianos ao país", disse Aura. Os colombianos também têm pesquisas avançadas sobre o controle da ferrugem do café.

A revitalização do programa de cooperação foi firmada na segunda-feira e poderá ser estendida para a cana-de-açúcar.

Segundo Linneu da Costa Lima, secretário de Produção e Comercialização do ministério, o governo brasileiro já tinha se colocado à disposição dos cafeicultores da Colômbia para mostrar o mecanismo de contratos de opção de venda, que ajudou a enxugar o grão do mercado.

No momento, o ministério trabalha na aprovação do reescalonamento das dívidas dos cafeicultores. As de curto prazo somam R$ 240 milhões, com vencimento em dezembro. As de médio prazo são de R$ 940 milhões. O total do endividamento é estimado em R$ 1,7 bilhão.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink