Cai importação brasileira de lácteos em setembro

Agronegócio

Cai importação brasileira de lácteos em setembro

A boa oferta interna colabora com este cenário
Por:
500 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em setembro o Brasil importou US$34,2 milhões em produtos lácteos. Na comparação com o mês anterior, este valor é 9,5% menor. Em agosto, as compras totalizaram US$37,8 milhões.

O volume também caiu, tendo passado de 9,4 mil toneladas para 7,8 mil toneladas (-16,0%). O produto mais importado foi o leite em pó, com US$19,5 milhões e 4,3 mil toneladas, seguido pelos queijos, que somaram US$9,5 milhões e 1,7 mil toneladas.

Os principais fornecedores dos produtos lácteos para o Brasil em valor foram Argentina (66,3%), Uruguai (19,6%) e Nova Zelândia (4,0%). Na comparação com o mesmo período do ano passado (setembro/13), tanto o volume como o faturamento diminuíram, 52,5% e 49,4%, respectivamente. A boa oferta interna colabora com este cenário.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink