Calagem amplia nutrientes na 2ª safra
CI
Imagem: Marcel Oliveira
BENEFÍCIOS

Calagem amplia nutrientes na 2ª safra

Planejamento fortalece preparo para próxima safra de soja e traz benefícios ao solo e às plantas
Por: -Eliza Maliszewski

O adequado manejo do solo, com práticas de adubação e calagem, podem ser chaves para a produtividade na segunda safra. Especialistas recomendam cuidado redobrado em áreas de alta acidez nos solos, como é o caso do Cerrado mato-grossense e de outras áreas identificadas no país.

Segundo o artigo Manejo de nutrientes no cultivo de milho segunda safra na região do cerrado, da Embrapa, a produtividade da segunda safra costuma ter níveis variáveis em função de solo e clima, época de semeadura e manejos. 

“É preciso, safra após safra, assegurar a reposição de nutrientes e trabalhar o perfil de solo, camada compreendida abaixo dos 20 centímetros de profundidade, favorecendo o surgimento de raízes mais profundas e vigorosas, mais resistentes ao estresse hídrico imposto pelos períodos de poucas chuvas”, diz um trecho.

Um dos grandes aliados neste momento é o calcário. Para o produtor rural não basta aplicar o calcário. É preciso compreender como esse insumo reage no solo. Em contato com o solo, o calcário corrige o pH, o que permite que macro e micronutrientes se tornem mais absorvíveis pelas raízes. Mas esse fenômeno não ocorre instantaneamente. E é por isso que a calagem requer planejamento, devendo ser adotada dentro de um protocolo de rotina de cuidados com a produtividade, com aplicações tanto na safra quanto na safrinha.

Na prática, aplicar o calcário logo após o plantio do milho não beneficia simplesmente a cultura de segunda safra, e sim, já prepara o terreno para a soja que sucederá a lavoura, assegurando mais nutrição às plantas da leguminosa. 

A aplicação de calcário deve ser orientada por um profissional, preferencialmente embasada em análises de amostras de solo, customizadas para cada área. Dessa forma, o produtor tem a garantia de que os solos receberão a quantidade necessária do insumo para que os benefícios da correção da acidez e do consequente estímulo à maior disponibilidade de cálcio e magnésio às plantas.

O artigo na íntegra pode ser visto aqui

* com base no artigo dos pesquisadores: Álvaro Vilela de Resende, Emerson Borghi, Miguel Marques Gontijo, Samuel Campos Abreu, Flávia Cristina dos Santos, Antônio Marcos Coelho. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink