Câmbio puxa os preços do milho e da soja no PR

Agronegócio

Câmbio puxa os preços do milho e da soja no PR

A alta expressiva das commodities tem relação com a elevação do câmbio
Por:
83 acessos

Na última semana o preço do milho subiu diariamente e já atinge R$ 17 no interior do Paraná, contra cerca de R$ 13 no final de julho, uma valorização de 30,77%. A soja, segue a mesma tendência e já valorizou 15,67% nas últimas semanas. Fatores positivos no mercado internacional mostram que as cotações devem continuar reagindo.

A alta expressiva das commodities tem relação com a elevação do câmbio. Mas, no caso do milho, outro fator chama ainda mais atenção: é conseqüência direta da demanda de parte de alguns países europeus pelo produto convencional para alimentação humana. De acordo com o analista de mercado Camilo Motter, o preço do milho convencional no Porto de Paranaguá está até 45 dólares acima do preço do milho transgênico, vendido pelos Estados Unidos no Golfo do México. “Isso é muito bom para o Brasil”, disse.

O mercado de soja, que vinha sofrendo influência de problemas climáticos no período crítico de produção da safra norte-americana, é influenciado neste período pela valorização cambial. O dólar, que saltou de R$ 1,83 para R$ 2,13 nos últimos dias, provocou a mesma elevação no mercado de soja. Há 15 dias a soja esteve cotada em R$ 29,30, caiu para R$ 27,80, depois para R$ 26,80 e voltou a atingir R$ 27,10. Na última quarta-feira, fechou em R$ 31,30 no balcão e voltou a cair ontem para R$ 31,00.

De acordo com Camilo Motter, ontem a saca caiu um dólar no mercado externo, fator que deve se refletir nos preços na região nos próximos dias. Por outro lado, a alta cambial compensa a queda. “Além disso, ainda existem riscos na safra norte-americana, que já será menor em pelo menos 15% devido à valorização do milho em detrimento da soja”, afirmou o analista de mercado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink