Canadá fortalece marco regulatório para inspeção de alimentos importados
CI
Agronegócio

Canadá fortalece marco regulatório para inspeção de alimentos importados

Safe Food for Canadians Act abre consulta pública
Por:
Safe Food for Canadians Act abre consulta pública para consolidação que aumenta rigor em controle de sanidade agropecuária e inocuidade dos alimentos

Caso seja aprovada, uma proposta da Agência Canadense de Inspeção de Alimentos (CFIA, na sigla em inglês) obrigará os produtores a melhorar seus controles da sanidade agropecuária e inocuidade de alimentos (Saia). O objetivo da Safe Food for Canadians Act é “prevenir riscos sanitários e responder melhor a possíveis incidentes de inocuidade alimentar”. O governo pretende que a norma entre em vigor em meados de 2015.

A proposta consolida em uma única lei as normas de inspeção de alimentos vigentes no Canadá e estabelece requerimentos gerais de inocuidade para as importações, o comércio interestadual e as exportações. A norma também obriga os fornecedores a manterem planos de controle preventivo e registros de sanidade para cada etapa da cadeia de produção.

Segundo explicou a diretora de Alianças Estratégicas da CFIA, Linda Webster, em uma videoconferência organizada pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), a Safe Food for Canadians Act procura resguardas a sanidade e qualidade dos produtores e a saúde dos consumidores. A norma inclui ainda sistemas de inspeção mais efetivos e afinados aos parâmetros internacionais.

Governo canadense quer reduzir riscos sanitários

Webster afirmou que o Canadá importa 70% dos alimentos processados, frutas e vegetais frescos consumidos no país. “Com as mudanças pretendemos reduzir os riscos sanitários”, disse.

A especialista do IICA em Saia, Ana Marisa Cordero, concorda com a diretora da CFIA, e agrega que as mudanças na legislação canadense se devem ao aumento do comércio dos alimentos. “A possibilidade de incidentes sanitários acompanha o crescente mercado mundial de alimentos. Por isso, é fundamental que se tenha capacidade de detectar riscos e reagir a tempo”, apontou. Segundo Cordero, o governo canadense, assim que como de outros países, está renovando o marco regulatório de Saia e implementando melhores sistema de supervisão.

A Safe Food for Canadians Act está disponível para consulta até 21 de julho. Os interessados podem enviar comentário ou perguntas para o e-mail CFIA-Modernisation-ACIA@inspection.gc.ca. Na próximas semanas, o IICA organizará encontros virtuais para divulgar mais detalhes e implicações da medida.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink