Pecuária

Canarana-MT recebe a Rota 4 do “Acrimat em ação 2018”

Comitiva do “Acrimat em Ação 2018” estará na cidade de Canarana-MT para apresentar a palestra “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”
Por:
21 acessos

Na quinta-feira (26/4), a comitiva do “Acrimat em Ação 2018”, maior projeto itinerante da pecuária de corte mato-grossense, realizado pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), estará na cidade de Canarana-MT para apresentar a palestra “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”.

Esta semana o projeto já visitou os munícipios de Barra do Garças-MT (23/4), Ribeirão Cascalheira-MT (24/4) e Vila Rica-MT (25/4). E ainda passará por Água Boa-MT (27/4) e Cocalinho-MT (28/4).

A região visitada na quarta fase do “Acrimat em Ação” tem um rebanho de aproximadamente 2,5 milhões de bovinos e é uma das principais regiões produtoras de carne. O Araguaia, como é conhecido o nordeste mato-grossense, passa nos últimos anos por um processo de transformação com a chegada da agricultura e, com isso, possibilidade de integração lavoura-pecuária, recuperação das pastagens e consequente ganho produtivo.

Com o tema “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”, o “Acrimat em Ação” traz este ano as ferramentas disponíveis para melhorar os índices de produtividade e aponta como isso tem reflexos na qualidade do produto ofertado. Ou seja, como a cria, a recria e a engorda de animais podem ser mais lucrativas para o produtor e o produto final mais satisfatório para os clientes.

A representante da Acrimat na região, Maria Ester Fava (Teia Fava), explica que este ano o tema central engloba toda a cadeia produtiva da carne, do capim ao bife. “Produzimos, primeiramente, o capim e é a partir dele que chegamos até a carne que vai à mesa de consumidores do mundo inteiro. E com a palestra deste ano vamos conhecer tecnologias disponíveis para melhorar ainda mais a qualidade da nossa carne e assim atingir mais e melhores mercados”, afirma Teia Fava.

O presidente da Acrimat, Marco Tulio Duarte Soares, explica que o sucesso se consolida quando o pecuarista fideliza o cliente final e o caminho para alcançar este resultado está no investimento em tecnologia. “Existe disponível um pacote tecnológico capaz de aumentar a eficiência da pecuária em todas as etapas produtivas. Mas a aplicação correta das ferramentas depende de planejamento e o retorno do investimento está diretamente relacionado à qualidade do produto que oferecemos”, afirma o presidente.

A Acrimat convidou este ano o engenheiro agrônomo da Scot Consultoria, Marco Tulio Habib Silva. Ele tem o desafio de apresentar tecnologias e modelos produtivos capazes de agregar valor à produção, seja de genética, bezerro, garrote, novilha ou boi gordo e acredita que o “Acrimat em Ação” é o projeto ideal para isso.

O representante da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) em Vila Rica-MT, Anísio Vilela Neto, explica que o “Acrimat em Ação” é muito importante para os produtores da região, que devido à distância dos grandes centros, nem sempre têm acesso à informação técnica. “A maioria dos pecuaristas daqui é formada por pequenos produtores e por isso o Acrimat em Ação se torna ainda mais importante, porque muitas vezes é o único meio que ele possui de se atualizar e conhecer novas ferramentas para melhorar a qualidade da produção e assim a renda”, afirma Anísio Vilela Neto.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink