Capacitação em fossas biodigestoras, jardim filtrante e clorador acontece em Arapiraca

Agronegócio

Capacitação em fossas biodigestoras, jardim filtrante e clorador acontece em Arapiraca

A capacitação de técnicos para efetivação da política de resíduos sólidos junto às comunidades rurais de Alagoas tem continuidade em outubro.
Por:
393 acessos

A capacitação de técnicos para efetivação da política de resíduos sólidos junto às comunidades rurais de Alagoas tem continuidade entre os dias 4 e 6 de outubro, no município de Arapiraca, Agreste Alagoano. As ações são fruto da parceria da Embrapa com o Governo de Alagoas e prefeituras de diversos municípios do estado para transferir tecnologias de manejo de resíduos sólidos a multiplicadores e extensionistas.

O treinamento terá foco na instalação de fossas sépticas biodigestoras, jardins filtrantes e cloradores de água, e será realizado pelo analista da Embrapa Instrumentação (São Carlos, SP), Carlos Renato Marmo, especialista em saneamento e meio ambiente. Técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Emater-AL e Prefeitura de Arapiraca participam de capacitação teórica e em seguida partem para o campo para executar na prática os ensinamentos.

A capacitação teórica será das 8h às 17h30 da terça (4), no Polo Tecnológico Agroalimentar. Já os trabalhos práticos, com montagem das soluções tecnológicas, acontecem quarta e quinta (5 e 6) no Sítio Padre Cícero, localizando na zona rural de Arapiraca.

A fossa séptica biodigestora é uma solução tecnológica de fácil instalação e baixo custo. Ela trata o esgoto oriundo do vaso sanitário (água com urina e fezes humanas) de forma eficiente, além de produzir um efluente rico em nitrogênio e outros nutrientes, que pode ser utilizado no solo como fertilizante.

O jardim filtrante é uma alternativa para dar destino adequado ao esgoto proveniente de pias, tanques e chuveiros, ricos em sabões, detergentes, restos de alimentos e gorduras – a chamada "água cinza". Trata-se de um pequeno lago com pedras, areia e plantas aquáticas onde o esgoto é tratado. De manutenção muito simples, contribui com a sustentabilidade do meio ambiente e ainda traz harmonia paisagística. É uma tecnologia adaptada pela Embrapa para complementar o uso da fossa séptica biodigestora e do clorador embrapa.

O Clorador Embrapa é um aparelho simples, barato e de fácil instalação para introduzir cloro à água dos reservatórios e caixas d'água das residências rurais. O dispositivo pode ser montado pelo próprio morador, com materiais de encanamento encontrados em lojas de material de construção.

"A intenção da capacitação ministrada pela Embrapa é justamente direcionar seus ensinamentos a técnicos para que eles multipliquem os conhecimentos para as famílias que residem nas zonas rurais", explicou a gerente de Resíduos Sólidos da Semarh, Elaine Melo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink