Carne bovina no atacado: mercado perdeu a firmeza
CI
Carne

Carne bovina no atacado: mercado perdeu a firmeza

Seguidas valorizações da carne bovina no atacado ocorridas ao longo de onze semanas
Por:

As seguidas valorizações da carne bovina no atacado ocorridas ao longo de onze semanas, sendo a das quatro últimas, resultado da recomposição gradual de estoque dos varejistas depois da interrupção do transporte de carga, chegaram ao fim. No acumulado dos últimos sete dias os preços dos produtos desossados caíram 0,7%, em média, comportamento agora alinhado ao que se tem visto no mercado de carne com osso há pelo menos quinze dias. As cotações do boi casado, a carcaça bovina, refletem mais rapidamente as variações do comportamento da demanda. 

Os indicadores de consumo pioraram. O índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) e o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estão no patamar mais baixo desde de fevereiro e janeiro de 2018, nesta ordem. Mas, apesar do recuo semanal e do cenário atual de demanda, a carne sem osso vendida pelas indústrias acumula valorização anual 2,5 pontos percentuais acima da inflação medida pelo IPCA no período (maio/17 x maio/18), que ficou em 3,1%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink