Carne de frango: tendência de produção em 2012
CI
Agronegócio

Carne de frango: tendência de produção em 2012

A questão agora é identificar a produção global correspondente a essas exportações
Por:
Na quinta-feira passada (15), analisando o comportamento das exportações brasileiras de carne de frango no decorrer dos últimos 12 meses, o AviSite observou que, mantidos os mesmos índices de evolução no ano que vem, os embarques de 2012 devem chegar aos 4 milhões de toneladas – o que, consideradas as condições atuais da economia mundial, continua sendo um desafio. A questão agora é identificar a produção global correspondente a essas exportações.


Em 2008 e 2009, o volume exportado correspondeu a 33% da produção total de carne de frango. Mas a manutenção do mesmo índice em 2009 (momento mais difícil da crise econômica mundial que eclodiu em 2008) deveu-se a uma redução da produção, não a uma melhora das exportações. Em 2010, como o índice de evolução da produção (+11,71%) foi significativamente maior que o das exportações (+5,10%), a relação sofreu deterioração, as exportações representando 31% da produção total.


Como o setor passou a ocultar suas informações, os dados relativos a 2011 se restringem ao primeiro semestre. E revelam que o decréscimo já observado no ano passado prossegue no corrente exercício, já que as exportações dos seis primeiros meses do ano corresponderam a não mais que 30% da produção de carne de frango estimada para o período.


Pois bem: supondo-se que esse mesmo índice seja mantido em 2012, a produção global de carne de frango do próximo ano girará em torno dos 13,3 milhões de toneladas, volume que corresponde a uma produção média de 1,110 milhão de toneladas mensais.

É difícil dizer quanto isso representará de aumento sobre a produção deste ano, pois os dados de produção até agora divulgados não vão além do mês de julho. Mas em relação a 2010, esse volume representa aumento de pouco mais de 8% ou 4% ao ano. É parece, um bom índice de expansão, sobretudo se considerado o atual momento econômico. Mas exatamente por conta desse momento, é também um índice que, tudo recomenda, não pode ser extrapolado.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.