Carnes: em 2016, 1º semestre, volume inspecionado aumentou quase 3,5%

Agronegócio

Carnes: em 2016, 1º semestre, volume inspecionado aumentou quase 3,5%

De acordo com o levantamento, no primeiro semestre de 2016 foram produzidas pouco mais de 12,1 milhões de toneladas das três principais carnes.
Por:
291 acessos

De acordo com o levantamento divulgado trimestralmente pelo IBGE, no primeiro semestre de 2016 foram produzidas em estabelecimentos sob inspeção (federal, estadual ou municipal) pouco mais de 12,1 milhões de toneladas das três principais carnes, volume quase 3,5% superior ao registrado no mesmo semestre de 2015.

A maior participação – 55% do total produzido – recai sobre a carne de frango, cujo volume aumentou pouco mais de 4%, aproximando-se dos 6,7 milhões de toneladas. Esse volume foi originado pelo abate de quase 3 bilhões de cabeças de frangos, cerca de 7% a mais que o abatido nos mesmos seis meses de 2015. O incremento menor ( 2,5 pontos percentuais a menos) no volume de carne produzida indica redução no peso médio dos frangos abatidos.

A carne bovina contribuiu com 30% do volume total produzido. Mas apresentou redução tanto no volume de cabeças abatidas (quase 3% a menos), como no volume de carne produzida (redução próxima de meio por cento). Neste caso, o índice de redução maior no número de cabeças indica peso maior dos bovinos abatidos.

Responsável por 15% da produção total, a carne suína foi a que registrou maior expansão no período: incremento de 8,78% no número de cabeças abatidas e de 8,57% no volume de carne decorrente desses abates. Os índices de incremento muito próximos (diferença de 0,2 ponto percentual) indica manutenção do peso médio dos suínos abatidos, com variação mínima em relação ao primeiro semestre do ano passado. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink