Carnes têm o segundo melhor desempenho de todos os tempos
CI
Agronegócio

Carnes têm o segundo melhor desempenho de todos os tempos

O déficit do mês ficou próximo de US$1 bilhão
Por:
Se em abril as exportações brasileiras não atingiram os resultados esperados – o déficit do mês ficou próximo de US$1 bilhão, o mais elevado para um mês de abril – a culpa não foi das carnes que, bem ao contrário, registraram no conjunto desempenho acima da média.


Tanto que a receita cambial do produto in natura, da ordem US$1,2 bilhão, foi a segunda maior obtida pelas carnes em todos os tempos (o recorde, por ora, permanece com o resultado de outubro de 2012, mês em que a receita cambial do setor somou US$1,269 bilhão).


A contribuição decisiva para esse bom resultado veio, em primeiro lugar, da carne de frango, cuja receita aumentou quase 21% em relação a abril de 2012; e da carne bovina, que registrou aumento anual de receita superior a 27%, mas contribuiu com apenas 36,3% da receita cambial total (a participação do frango foi de 56,4%).


Juntas, as duas carnes neutralizaram a redução de, praticamente, 23% na receita cambial da carne suína e ainda fizeram com que a receita cambial total ficasse 18,12% acima da registrada um ano atrás.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.