Case New Holland (CNH) prevê crescimento de 5% nas vendas no Show Rural Coopavel


Agronegócio

Case New Holland (CNH) prevê crescimento de 5% nas vendas no Show Rural Coopavel

Por:
1 acessos

O diretor comercial da Case New Holland (CNH) para a América Latina, Francesco Pallaro, previu ontem (20-02) um crescimento de até 5% nas vendas das duas marcas de máquinas agrícolas no Brasil em 2003. A afirmação foi feita durante visita ao Show Rural Coopavel, que termina hoje. Em 2002, foram vendidos no país 11.514 tratores e colheitadeiras das marcas New Holland e Case, um crescimento de 19,45% em relação ao ano anterior. No mesmo ano, o setor registrou seu melhor desempenho desde 1994, com a venda de 42,6 mil máquinas no mercado interno.

Segundo Pallaro, a retomada dos financiamentos pelo programa federal Moderfrota, que concede crédito ao produtor rural a juros fixos, é fundamental para a continuação da inédita renovação de frota por que passa o setor agrícola brasileiro.

O programa foi suspenso em dezembro e, em janeiro, provocou uma redução de aproximadamente 40% das vendas, em comparação com igual período de 2002. "Confiamos na reabertura dos financiamentos do Moderfrota, principalmente porque o governo federal demonstra interesse em manter esse programa, que ajuda o país a melhorar a produtividade agrícola, com sucessivas safras recordes", afirmou Pallaro.

Outros motivos para as previsões otimistas, segundo o diretor da Case New Holland, são a manutenção dos bons preços das commodities agrícolas no mercado internacional, a ampliação das áreas cultivadas e a previsão de uma nova safra recorde no biênio 2002-2003, que poderá atingir 110 milhões de toneladas.

Francesco Pallaro também aposta na consolidação de novos mercados externos para as máquinas da CNH. O incremento das vendas nos demais países da América do Sul, África e Ásia fez com que as exportações das duas marcas crescessem 72% em 2002, passando de 1.032 para 1.772 máquinas embarcadas. Segundo Pallaro, investimentos como os feitos pela CNH no desenvolvimento de produtos em sua fábrica de Curitiba, de 120 milhões de dólares entre 2000 e 2003, contribuem de maneira significativa para que o Brasil tenha hoje máquinas agrícolas com nível de desenvolvimento tecnológico igual aos países mais desenvolvidos.

Para o diretor comercial da CNH para a América Latina, eventos como o Show Rural Coopavel têm contribuição decisiva para a modernização da agricultura brasileira. "Iniciativas como essa demonstram a força do setor. O Show Rural se transformou em um centro irradiador de tecnologia no país".


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink