Cebolas do sul perdem competitividade no atacado

Cebola

Cebolas do sul perdem competitividade no atacado

Cebolas do Sul do País registraram leve aumento de preços nos últimos dias
Por:
94 acessos

As cebolas do Sul do País registraram leve aumento de preços nos últimos dias. No entanto, esses bulbos têm sido menos procurados do que aqueles produzidos em Irecê (BA) e na Argentina, devido à qualidade. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as cebolas sulistas têm apresentado qualidade diversificada, com menores preços e comercialização verificados para as unidades de menor qualidade.

Atualmente, a maior parte da cebola oferecida no atacado é catarinense, visto que as safras do Rio Grande do Sul e do Paraná já estão se encerrando. Já as ofertas de bulbos de Irecê e da Argentina no mercado paulista ainda é baixa. Assim, entre 11 e 15 de fevereiro, a saca de 20 kg da cebola produzida em Ituporanga (SC) teve preço médio de R$ 50,60 na Ceagesp, 3,8% maior do que no período anterior. Para a hortaliça produzida na Argentina, o valor médio da saca foi de R$ 60,00. As cotações das cebolas do Sul devem seguir recuando, já que a entrada de bulbos argentinos no Brasil deve aumentar até o final deste mês.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink