Agronegócio

CEPEA: Menor oferta eleva preços das carnes bovina, suína e de frango

Os preços das carnes bovina, suína e de frango comercializadas no atacado da Grande São Paulo acumulam fortes altas neste segundo semestre, de acordo com levantamento diário do Cepea
Por:
1254 acessos
Os preços das carnes bovina, suína e de frango comercializadas no atacado da Grande São Paulo acumulam fortes altas neste segundo semestre, de acordo com levantamento diário do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. O aumento mais expressivo na cotação, de 33%, foi para a carcaça comum suína, com o quilo do produto passando de R$ 4,15 no dia 28 de junho para R$ 5,96 nessa quarta-feira, 9 de outubro.


Na sequência, ficou o frango resfriado, com valorização de 23% no período, saindo de R$ 2,95/kg para R$ 3,85/kg. Quanto à carcaça casada de boi, o aumento no preço foi de 11,5% na mesma comparação, com cotação média de R$ 7,19/kg nessa quarta, ante os R$ 6,35/kg do encerramento de junho.

 
Segundo pesquisadores do Cepea, para as três carnes, o impulso vem principalmente da oferta restrita de animais para abate. Do lado da demanda, o consumo doméstico tem se mantido relativamente firme também ao longo dos últimos meses, conforme apurou o Cepea. Quanto às exportações, seguem firmes para a carne bovina, mas abaixo das expectativas para as carnes de frango e suína.

 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink