Cepea|Sucro: Açúcar atinge R$ 94/sc e média do etanol desta safra está 10% maior

Agronegócio

Cepea|Sucro: Açúcar atinge R$ 94/sc e média do etanol desta safra está 10% maior

Os preços do açúcar cristal dispararam neste início de outubro no mercado spot paulista, segundo indicam dados do Cepea, da Esalq/USP.
Por:
379 acessos

Açúcar/Cepea: Indicador do açúcar atinge R$ 94/sc

Os preços do açúcar cristal dispararam neste início de outubro no mercado spot paulista, segundo indicam dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Nessa segunda-feira, 3, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal, cor Icumsa entre 130 e 180, atingiu R$ 94,20/saca de 50 kg, o maior valor real em 5 anos – inferior apenas aos patamares verificados em agosto/11, quando estavam a R$ 96,54/saca de 50 kg, em temos reais (os preços foram deflacionados pelo IGP-DI base agosto/16). Considerando-se as médias mensais, a de setembro/16 é a maior desde janeiro/11, também em termos reais.

Em setembro/16, o Indicador acumulou forte alta de 10,09%, com média de R$ 87,83/sc, 2,26% superior à média de agosto/16 (R$ 85,89/sc) e 56,83% maior que a de setembro/15 (de R$ 56,00/sc), em termos reais. Segundo pesquisadores do Cepea, a significativa reação se deve à postura firme das usinas paulistas, as quais aumentaram os valores de suas ofertas, mesmo com a demanda mais enfraquecida. Além disso, a alta no preço internacional do açúcar demerara, em decorrência de estimativas indicando déficit global da commodity, também influenciou o aumento interno.

Etanol/Cepea: Média da safra está 10% maior para os dois etanóis
 
O preço médio da parcial desta safra 2016/17 (de abril/16 a setembro/16) do etanol hidratado está 10,1% superior ao do mesmo período da temporada 2015/16, em termos reais (valores deflacionados pelo IGP-M de setembro/16), de acordo com dados do Cepea. Para o etanol anidro, o aumento é de 10,5% na mesma comparação.

 De agosto para setembro/16, o volume total comercializado no mercado spot pelas usinas de São Paulo cresceu 49% para o etanol hidratado e 48% para o anidro. Na comparação com o mesmo setembro do ano passado, o crescimento na quantidade negociada em São Paulo é ainda maior, de 53% para o hidratado e de expressivos 167% para o anidro. Pesquisadores do Cepea indicam que os preços mais elevados observados nesta temporada refletem a menor produção de etanol anidro e hidratado no Centro-Sul e o maior enfoque das usinas na produção de açúcar, com aumento de 19% desde o início da safra. 

Clique aqui e confira relatório completo, com gráficos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink