CESB cria grupo com sojicultores para identificar práticas bem-sucedidas na produtividade de soja

Agronegócio

CESB cria grupo com sojicultores para identificar práticas bem-sucedidas na produtividade de soja

Objetivo é contribuir para a elevação da produção nacional de grãos no País
Por:
1971 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Iniciativa reunirá vencedores de todas as edições do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja que alcançaram 100 ou mais sacas/ha no “CESB G100 +”

Entidade pretende desenvolver plataforma tecnológica e disseminar métodos, a fim de contribuir para a elevação da produção nacional de grãos no País.
 
Diante dos altos índices de produtividade obtidos ao longo dos seis anos do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, o Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) criou um grupo intitulado de “ CESB G100 +” para reunir toda expertise dos produtores que alcançaram 100 ou mais sacas/ha no concurso e disseminar métodos bem-sucedidos para o aumento da produtividade de soja, por meio da divulgação no site da entidade (http://www.cesbrasil.org.br) e nas mídias sociais.
 
“Com esta iniciativa pioneira no setor, o CESB também pretende reunir informações sobre o planejamento de safra, descobrir os principais fatores que contribuíram para grandes produções da leguminosa e ainda estabelecer uma plataforma tecnológica com práticas específicas da soja”, explica Orlando Martins, presidente do Comitê. “Queremos criar um ambiente em que o uso da tecnologia e de novas técnicas comprovadamente efetivas seja mais divulgado e utilizado nas lavouras para o Brasil explorar todo seu potencial produtivo”.
 
O Comitê, junto ao grupo de 20 agricultores, também identificará as causas que limitam as produtividades de soja nas fazendas, a fim de encontrar possíveis soluções sustentáveis para sojicultura. Sem contar que a instituição atuará para influenciar os órgãos governamentais na elaboração de medidas que facilitem e melhorem a rentabilidade das plantações de soja.
 
Além disso, o CESB incentivará a troca de experiências dentre os integrantes do seleto grupo sobre a cultura de soja e promoverá inúmeras visitas em áreas de soja de todas as regiões do Brasil com alta produtividade e em outros países produtores do grão, como EUA, Argentina e Ásia. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink