Chicago fecha perto do limite de perdas de soja
CI
Agronegócio

Chicago fecha perto do limite de perdas de soja

A relação favorável entre a soja e o fertilizante tem favorecido as troca entre traders e produtores
Por:
Mesmo com o pouco volume de chuva, o plantio se inicia em algumas regiões do Mato Grosso, segundo o IMEA. De acordo com o instituto, no mesmo período do ano passado, o plantio estava em 5%, contra 0,4% deste ano. A forte estiagem que atrasou o plantio, pode ainda acarretar perdas, já que em ano de 'La Niña' é esperado um volume menor de chuva. Em Goiás, ainda há um certo receio sobre o início de plantio, já que o volume de precipitação não foi capaz de trazer umidade suficiente ao solo.

Porém, mesmo com todo risco na produção, devido ao fenômeno climática 'La Niña', a venda antecipada da próxima safra é maior se comparada com os últimos anos. Em Goiás, aproximadamente 25% da safra foi comercializada. A relação favorável entre a soja e o fertilizante tem favorecido as troca entre traders e produtores.

Na bolsa de mercadorias de Chicago (CBOT, sigla em inglês), foi uma sexta-feira de forte queda no mercado da soja. O clima favorável à colheita, que segue mostrando um produtividade elevada nas lavouras norte americanas, trouxe um pessimismo a Chicago. Sendo assim, fundos de investimentos optaram por liquidar suas posições vendidas, buscando um novo posicionamento frente ao relatório de oferta e demanda, que será divulgado na próxima semana.
 

Mercado da Soja

 

Dólar Comercial
Fechamento Anterior
R$ 1,681 1,692

 

Cotação Média em Goiás
Fechamento Anterior
R$/Sc 38,20 38,88

 

Cotação em Paranaguá
Fechamento Anterior
R$/Sc 44,50 44,00

 

Prêmio - Paranaguá - US$/bs
Fechamento Anterior
U$/Bs 1,30 1,35

BM&F
Fechamento Anterior Diferença %
Posição US$/Sc
Maio/10 24,80 25,35 -0,55 2,16
- - - - -
- - - - -

 

Chicago Board of Trade
Fechamento Anterior Diferença %
Posição US$/Bs
Novembro/10 10,57 11,06 -0,49 4,4
Janeiro/10 10,66 11,15 -0,49 4,3
Março/10 10,75 11,22 -0,47 4,4

 A análise da soja é produzida diariamente pela Gerência de Estudos Técnicos e Econômicos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).


Gerente de Estudos Técnicos e Econômicos: Edson Alves Novaes
Autor do artigo e responsável técnico: Leonardo Machado

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink