Chicago segue caminho de alta
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Nadia Borges

COTAÇÕES

Chicago segue caminho de alta

Das novas safras, 42% foram anunciadas anteriormente, e 57% para a China
Por: -Leonardo Gottems
159 acessos

O mercado de soja estendeu o caminho de alta, sustentado pela demanda da China, de acordo com o que afirmou a T&F Consultoria Agroeconômica. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que as empresas de exportação venderam 132.000 toneladas à China e outras 318.000 tons para destinos desconhecidos, confirmando o que o mercado especulou de ontem. 

“Aparentemente - de acordo com fontes privadas - a China permaneceria interessada em continuar a comprar mais carregamentos de soja norte-americana. Além disso, o relatório de Exportações Semanais dos EUA indicou um volume de US$ 1,76 milhão de toneladas, perto do máximo esperado pelo mercado (1,8 milhão de tons). Por outro lado, a safra norte-americana é acompanhada de perto, onde um ajuste no volume de produção começa a ser descontado. Estimativas privadas colocam em cerca de 117 milhões de tons (último USDA 120 milhões de toneladas)”, comenta. 

Depois de negociar com perdas do meio-dia, os futuros da soja para o primeiro mês cotado recuaram e terminaram a sessão em 1 1/4 a 6 1/4 centavos mais altos. “O farelo de soja fechou com ganhos de US$ 2,60 a US$ 2,90/tonelada. Os futuros do óleo de soja caíram de 20 a 25 pontos no fechamento. O USDA anunciou a venda de 318.000 tons de novos grãos para destinos desconhecidos, além de 132.000 tons de soja para a China para entrega 2020/21. Pelo relatório semanal de Vendas de Exportação, as reservas de soja na semana que terminou em 27/08 foram de 1.851 MT divididas em 5% e 95% de safra antiga e nova”, completa. 

Das novas safras, 42% foram anunciadas anteriormente, e 57% para a China. “As vendas de farelo de soja foram de 342.500 tons, com 113k para entrega 19/20 e 229k para 2020/21. Isso foi 127% maior que o da mesma semana do ano passado”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink