China aceita nova regra brasileira e suspende embargo à soja

Agronegócio

China aceita nova regra brasileira e suspende embargo à soja

Por:
1 acessos

A China aceitou as novas regras brasileiras para a exportação de soja, o que deve dar fim ao embargo ao produto brasileiro por conta da presença de fungicida. O Brasil se comprometeu a não deixar ultrapassar, nas amostras, o limite de uma semente contaminada com fungida por quilo de soja. Nos Estados Unidos, por exemplo, a tolerância é de três sementes contaminadas por quilo.

Qualquer amostra acima disso poderá ser vetada pelos chineses, caso a embarcação tenha seguido após a publicação da norma. Para a soja embarcada antes da publicação, os chineses decidirão caso a caso se encaminham o material para limpeza ou aceitam o produto.

A decisão aconteceu após reunião de autoridades brasileiras e do Ministério da Quarentena (que cuida do controle de importações da China), que teve a participação do governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, do secretário gaúcho Odacyr Klein (Agricultura) e do secretário federal Maçao Tadano (Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura).

De acordo com o governo gaúcho, ainda não há data para a retomada das importações chinesas. A missão de técnicos brasileiros que negocia com o governo chinês confirmou a Rodrigues a liberação das cargas brasileiras.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink