China duplica exportações de milho


Agronegócio

China duplica exportações de milho

Por:
1 acessos

As exportações de milho e trigo da China mais do que duplicaram no mês de janeiro, depois que o governo asiático cortou as taxas de exportação e abriu mão das taxas portuárias como parte do esforço para reduzir os estoques de grãos e reformar a economia rural.

Mais grãos

As exportações chinesas de milho avançaram 148%, para 570,3 mil toneladas, informou um relatório do China National Grain & Oils Information Center. As exportações de trigo, no mês de janeiro, cresceram 157%, para 40,2 mil toneladas; já as importações chinesas de trigo recuaram 80%, para 33,6 mil toneladas.

Segundo Larry Li, gerente da Noble Grain Pte. em Pequim, "o governo continua sentado sobre pilhas de estoques do qual quer se desvencilhar, portanto a regra é empurrar as exportações".

A China quer que seus produtores agrícolas se apoiem menos no governo, que adquire grãos a preços garantidos, e aumenta as vendas para os consumidores finais.

A China vendeu milho para a Coréia do Sul por cerca de US$ 109 por tonelada, preço que está incluído o frete, a começar do quarto trimestre de 2002, em comparação com os cerca de US$ 128 por tonelada, oferecidos pelas empresas exportadoras de grãos dos Estados Unidos.

Produtos concorrentes

A produção de milho da China em 2002 avançou 6,8%, para 124 milhões de toneladas, segundo estimativas do centro de informação, o que ajudou a baratear as exportações do grão, em relação aos produtores concorrentes.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink