China permitirá importações de arroz dos EUA

POLÍTICA

China permitirá importações de arroz dos EUA

"O que ainda não está 100% claro é se a China publicou a lista completa de todas as instalações dos EUA aprovadas para embarque"
Por: -Leonardo Gottems
186 acessos

A alfândega da China anunciou que permitirá que as importações de arroz dos Estados Unidos e os líderes da indústria aguardem as primeiras encomendas. A medida faz parte do Protocolo Sanitário e Fitossanitário assinado entre os Estados Unidos e a China a partir de julho de 2017. 

A presidente e CEO da USA Rice, Betsy Ward, disse à Talk Business & Politics que a atual guerra comercial prejudicou os esforços para abrir o mercado chinês depois que o acordo foi alcançado. Líderes da indústria esperam que os chineses comprem várias centenas de milhares de toneladas de arroz dos EUA. 

As autoridades gastaram 10 anos trabalhando em um acordo para vender arroz no país mais populoso do mundo, com a China consumindo tanto arroz quanto o Arkansas produz a cada 13 dias, segundo estimativas. "Estamos bastante otimistas de que os chineses permitirão as importações de arroz", disse ela. "Este é potencialmente um enorme mercado para nós”, completa. 

A China precisará publicar a lista de usinas e instalações de exportação de arroz beneficiado aprovadas entre a indústria de arroz dos EUA, o Serviço de Inspeção de Saúde Animal e Vegetal do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (APHIS) e o Serviço de Inspeção Agrícola da China. Conselho do Arkansas. Em 2017, a USA Rice trabalhou com funcionários do governo dos EUA e da China para facilitar as inspeções chinesas em 10 usinas e instalações dos EUA interessadas em exportar arroz para a China para demonstrar sua conformidade com o complexo protocolo fitossanitário EUA-China. 

"O que ainda não está 100% claro é se a China publicou a lista completa de todas as instalações dos EUA aprovadas para embarque para a China", disse Bobby Hanks, presidente do Comitê de Política de Comércio Internacional da USA Rice.  
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink