China suspende compras de carne de 3 plantas brasileiras
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PECUÁRIA

China suspende compras de carne de 3 plantas brasileiras

Elas são são uma planta de carne bovina da JBS em Goiás, uma unidade da Marfrig em Mato Grosso e uma unidade de carne de frango da Zanchetta em São Paulo
Por: -Leonardo Gottems

Informações confirmadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) dão conta de que a China acabou anunciando a suspenção das compras de carnes de três plantas brasileiras por uma semana. O Mapa recebeu a notificação das autoridades chinesas por meio da Embaixada do Brasil em Pequim.

“A agência de notícias Reuters informou mais cedo que as unidades com as exportações suspensas a partir desta sexta-feira (08) são uma planta de carne bovina da JBS em Goiás, uma unidade da Marfrig em Mato Grosso e uma unidade de carne de frango da Zanchetta em São Paulo. As exportações de carne bovina da planta da JBS em Mozarlândia (GO) para a China já estavam suspensas desde o fim de março”, explicou o portal especializado da CarneTec Brasil.

De acordo com o analista de Mercado da consultoria Agrifatto, Yago Travagini Ferreira, em comentário publicado no perfil da consultoria no Instagram,  os chineses estariam buscando forçar a queda nos preços da carne bovina brasileira, o que também impactaria o preço do boi gordo. “Isso é impactante, de certa forma, para as exportações de carne bovina brasileira que iam pra China, principalmente por ser mais um sinal do que a gente vinha pontuando, que é a forma de negociar chinesa”, disse ele.

Em relação ao preço, o dia foi de fechamento mistos para as carnes, com quedas para o boi gordo e bezerro, alta para o frango e o suíno fechando inalterado, como mostra a TF Agroeconômica. “O boi gordo teve queda de 2,76% para R$ 327,40/@, reduzindo o acumulado positivo do mês em 1,28%. O bezerro fechou em queda de 2,88% a R$ 2.768,16 aumentando o acumulado negativo do mês a de 3,53%. O frango fechou em alta de 0,49% a R$ 8,15/kg, aumentando o mês com acumulado positivo para 3,82%. E o suíno fechou inalterado a R$ 4,55, mantendo o acumulado do mês para negativos 3,6%”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.