China vai reduzir plantio de milho e elevar o de soja nos próximos 5 anos

Agronegócio

China vai reduzir plantio de milho e elevar o de soja nos próximos 5 anos

China havia incentivado agricultores a expandir o plantio de milho e abandonar a soja
Por:
1092 acessos

China havia incentivado agricultores a expandir o plantio de milho e abandonar a soja

A China vai reduzir a área plantada com milho e elevar o plantio de soja nos próximos cinco anos, afirmou governo do país nesta quinta-feira, reiterando metas apresentadas no início deste ano para ajustar a estrutura de safras da nação visando atender melhor à demanda.

Nos últimos anos, a China tinha incentivado agricultores a expandir o plantio de milho e abandonar a soja, pagando-lhes preços mais altos pelo cereal.A política, abandonada no início deste ano, deixou a China com enormes reservas de milho.

O governo agora tenta inverter essa tendência, enquanto também busca maneiras de usar os seus enormes estoques de cereais.A área plantada com milho deverá cair 0,7 por cento ao ano ao longo dos próximos cinco anos, para chegar a 500 milhões de mu (33,3 milhões de hectares), em 2020, mostrou o plano do governo para o período.

A área de soja vai subir para 140 milhões de mu em 2020, acima dos 98 milhões de mu de 2015. A produção de carne também deverá crescer ligeiramente, com a promoção da criação de porcos e pecuária bovina em grande escala, enquanto em laticínios a produção deverá saltar de 38,7 milhões de toneladas para 41 milhões de toneladas em 2020.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink