Chuvas

Chuva anima produtor de soja brasileiro

Produtores de soja que estão com o plantio paralisado
Por:
274 acessos

Áreas de instabilidade são observadas em grande parte da Região Sul e Sudeste e mantem o tempo bastante instável e com possibilidade de ocorrência de chuva a qualquer hora do dia em grande parte dos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e parte de Minas Gerais.


 
Além disso, Mato Grosso e Goiás deverão ter pancadas de chuvas entre o final da tarde e começo da noite, já que esta linha de instabilidade avança sobre Minas Gerais ao longo do dia formando um corredor de umidade sobre grande parte da região central do País.

 
Os produtores de soja que estão com o plantio paralisado ou até mesmo se arriscando no plantio do pó poderão iniciar os trabalhos já que há previsão de chuva nos próximos cinco dias. Infelizmente, os volumes ainda serão bem desuniformes, mas existem indícios de que realmente o regime de chuvas no Brasil central e norte estão se regularizando.

Regularização do regime de chuva
 
O grande problema foi realmente o atraso na regularização do regime de chuvas esse ano, pois conforme estávamos prevendo, desde agosto, as chuvas iriam se regularizar entre os dias 15 e 20/10, porém, devido a um resfriamento mais intenso das águas do Oceano Pacífico, essa regularização só está ocorrendo agora. A tendência é que não ocorram longos, períodos de estiagem sobre as áreas produtoras do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Rondônia.
 
No Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia e Pará, as primeiras pancadas de chuva deverão ocorrer já no início da semana que vem. A tendência, assim, como vem ocorrendo no Centro-Oeste e Sudeste é que a regularização do regime de chuva venha ocorrer, de fato, no dia 10/11. Porém, não há nada de anormal. Ano passado quando as chuvas chegaram mais cedo no Brasil, os produtores da Bahia, Piauí e boa parte do Tocantins só deram início no plantio após o dia 05/11, fato esse que deverá se repetir esse ano.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink