Chuva diminui na parte central do país nos próximos 15 dias
CI
Agronegócio

Chuva diminui na parte central do país nos próximos 15 dias

O início do mês de outubro será marcado pelas frentes frias estacionadas no Sul
Por:
O início do mês de outubro será marcado pelas frentes frias estacionadas no Sul

A chegada da Primavera, no dia 22 de setembro, trouxe também a chuva de volta para o Sudeste e Centro-Oeste do país. O retorno das precipitações marca também o início do plantio de grãos nas áreas agrícolas do Brasil. Depois de cerca de 70 dias de estiagem, foram registrados bons acumulados entre o interior de São Paulo, Minas Gerais e Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.


Porém o meteorologista da Somar, Celso Oliveira, alerta para a interrupção dessas chuvas na primeira quinzena de outubro. Nos próximos 15 dias a atmosfera volta para um padrão mais parecido com as Primaveras influenciadas pelo fenômeno El Niño, com frentes frias estacionadas e provocando chuvas apenas na região Sul. O volume acumulado durante esse período entre Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná pode chegar a 100mm.

O resultado dessas frentes frias paralisadas no Sul será a diminuição repentina e por um período prolongado da chuva em algumas regiões. “As áreas mais afetadas pela falta de chuvas nos próximos dias serão: norte de São Paulo, Minas Gerais, nordeste de Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Goiás e centro e leste de Mato Grosso”, afirma Celso Oliveira.


Essa mudança de padrão pode gerar impactos significativos na agricultura, já que muitos produtores dessas regiões iniciaram o plantio assim que a chuva chegou a lavoura. Durante o período mais seco da Primavera, muitas fazendas devem interromper a instalação de grãos por falta de chuva ou até mesmo por falta de umidade no solo. Isso deve acontecer, pois esses Estados passaram um longo período de calor extremo sem receber nenhum acumulado, portanto as últimas chuvas não foram suficientes para recuperar a umidade necessária da terra.

Além disso ainda há o risco do replantio para alguns produtores, principalmente os que plantaram no pó ou com uma umidade de solo no limite do aceitável. Se essa condição se confirmar, pode trazer prejuízos para os agricultores e talvez até para a produção agrícola do país. Segundo a previsão da Somar, passado o período de seca, a chuva se normaliza em toda faixa central do Brasil.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink