Chuva diminui no MS e produtores retomam a colheita da soja


Agronegócio

Chuva diminui no MS e produtores retomam a colheita da soja

Por:
441 acessos

As chuvas deram uma trégua aos produtores de Lucas do Rio Verde (a 360 quilômetros de Cuiabá) e o final de semana na região rendeu muito trabalho aos produtores. Há quase quinze dias nada era colhido no município. Cerca de 5% dos 210 mil hectares de soja estavam colhidos até domingo. A previsão do setor produtivo é encerrar esta semana com uma colheita de 25% do total cultivado para a safra 2002/03.

O diretor técnico da Fundação Rio Verde, Clayton Giani Bortolini, acredita que com mais três dias seguidos de sol sobre as lavouras seja possível adiantar a colheita.

“No sábado o sol apareceu, apesar das chuvas que caem durante à noite, os trabalhos têm o rendimento diminuído mas podem ser executados. No mesmo período do ano passado cerca de 35% da soja estava colhida”, explica Bortolini.

A região tem importância significativa para o volume de soja estadual. Em Lucas está a maior produtividade de Mato Grosso. Durante a safra 2001/02, com 180 mil hectares de área plantada, a produção 572 milhões rendeu 3,2 mil quilos de soja por hectare.

Com relação as perdas ocasionadas pela chuva, o diretor ainda considera muito cedo para se especular percentuais, pois o grosso da safra começa ser colhido depois do dia 10.

“O que podemos afirmar é que os grãos colhidos neste período de muita umidade tiveram perdas de produtividade de 5% a 8%. Boa parte deste grão retirado do solo apresenta elevado grau de avariação, com soja apodrecida e brotada e tamanho reduzido. O mercado trabalha a depreciação da produção em um limite de até 8%, passado este número, há perdas de valor sobre a cotação”, acrescenta Bortolini.

SAPEZAL – A 470 quilômetros de Cuiabá, as chuvas ultrapassaram os altos níveis registrados no ano passado quando a média das chuvas foi de 350 milímetros (mm). No mês passado a média registrada chegou a 634 mm.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink