Chuva e sol favorecem doenças e pragas nos algodoeiros de MS
CI
Agronegócio

Chuva e sol favorecem doenças e pragas nos algodoeiros de MS

No Norte do MS, produtores poderão até replantar algodão safrinha
A Associação Sul-Matogrossense dos Produtores de Algodão (Ampasul) publicou mais um relatório do Programa Fitossanitário do Algodão de Mato Grosso do Sul. O informativo alerta para a presença de pragas e doenças no algodoeiro de todo o Estado.

Nas regiões: Central, Norte e Nordeste o algodão está em desenvolvimento vegetativo e em fase reprodutiva. Já no sul a colheita teve início em Aral Moreira e igualmente pragas preocupam.

Com o bom desenvolvimento das plantas, favorecido pelos períodos de sol, seguidos de chuvas, favorece o aparecimento de doenças comuns do algodoeiro.

O relatório, assinado pelo engenheiro agrônomo, coordenador técnico da Ampasul, Danilo Suniga de Moraes, alerta que os produtores devem ficar atentos quanto aos tratos culturais e seguirem com o monitoramento, além de fornecerem os resultados colhidos nas armadilhas para mariposas.

Na região Norte de MS pode até haver necessidade de replante de algodão safrinha, visto que o ataque da mela está sendo considerável em algumas áreas. Já no Sul, a broca da raiz preocupa. O aparecimento da praga pode estar associada à má destruição de soqueira da safra passada, alertam os engenheiros do programa fitossanitário.

O bicudo continua sendo ameaça. Em algumas lavouras já se encontra o inseto em área total, necessitando assim de aplicações sequenciais de inseticida. Neste caso igualmente o monitoramento constante é necessário.

O trabalho de controle das plantas voluntárias de algodão nas margens das rodovias de MS, nas regiões produtoras está sendo considerada um sucesso. Observa-se que mesmo as plantas mais velhas estão morrendo com o herbicida aplicado. O controle dessas plantas é importante para evitar a proliferação de pragas e doenças do algodoeiro.

Clique aqui e veja o relatório da semana.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink