Chuva provoca alta de até 300% no preço de hortaliças no Rio

Agronegócio

Chuva provoca alta de até 300% no preço de hortaliças no Rio

Região Serrana do Rio de Janeiro responde por 40% do abastecimento de hortigranjeiros da região metropolitana
Por: -Karla Lucena
1183 acessos

Região Serrana do Rio de Janeiro responde por 40% do abastecimento de hortigranjeiros da região metropolitana

Brasília - As chuvas que caíram na Região Serrana do Rio de Janeiro provocaram aumentos de até 300% no preço dos hortigranjeiros na capital do Estado do Rio de Janeiro. A região é responsável por 40% do abastecimento de hortigranjeiros da região metropolitana do Rio de Janeiro. Teresópolis e Nova Friburgo, regiões mais agrícolas, fornecem quase 100% das hortaliças.

Segundo o presidente da Associação de Comerciantes e Produtores do Ceasa do Rio, Waldir de Lemos, as fortes chuvas da semana passada, impossibilitaram que 70% dos produtos rurais dessa região chegassem às Centrais de Abastecimentos do Rio de Janeiro (Ceasa).

A dificuldade no abastecimento fez com que faltassem diversas verduras e legumes nas prateleiras dos supermercados. Outros produtos, como o tomate, a alface e a couve, quando encontrados, apresentaram um aumento de preço de até 300%.

De acordo com Ayton Fornari, presidente da Associação de Supermercados do Rio de Janeiro, o consumidor da capital tem sofrido tanto com a escassez de alguns alimentos quanto com a alta de outros. “O supermercado tem que comprar, tem que ter o produto para oferecer. O tomate, por exemplo, vendido antes das chuvas a R$ 2,00 o quilo, hoje só pode ser encontrado a R$ 10,00. A margem de 2% de lucro, não foi alterada, mas como estamos comprando o produto mais caro esse preço é repassado ao consumidor, que vai pagar a mais pelo produto”, disse Fornari.

A expectativa é que em cerca de 30 dias a situação esteja regularizada com a compra de produtos de outros estados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink